• Parada Literária

10 livros incríveis lidos em 2019

Atualizado: 25 de Jul de 2020

Lista dos dez livros mais incríveis que tive o prazer de ler em 2019

O ano de 2019 foi intenso e de leituras incríveis. Houve livros que me fizeram chorar, rir, alguns deixaram-me indignado, e outros fizeram-me viajar sem sair do meu quarto.


É muito complicado fazer uma lista de favoritos, pois sempre um ou outro fica de fora e nos deixa a sensação de que cometemos uma injustiça. Num total de 65 livros lidos em 2019, elenco abaixo os 10 que se tornaram favoritos, com um breve comentário (sem spoiler) de cada um. O objetivo é incentivá-lo, leitor, a se aventurar por estas páginas maravilhosas:


Terra Sonâmbula - Mia Couto

"Mais tarde, se começa a escutar um pranto, num fio quase inaudível. É Muidinga que chora. O velho se levanta e zanga:

- Pare de chorar!

- É que me dói uma tristeza..."


Esta foi a porta de entrada para a literatura deste celebrado escritor africano. Neste livro acompanhamos a jornada do jovem Muidinga e um velho que o acompanha, ao encontrar um caderno misterioso dentro de um ônibus abandonado na estrada. É um livro tocante e mágico, numa Moçambique pós independente que rememora os horrores de uma devastadora guerra civil.


Primeiras Estórias - João Guimarães Rosa

Aqui vou confessar a minha completa paixão à Literatura Brasileira. O Guimarães é para mim (e para muitos!) um dos nossos principais escritores clássicos, ao lado de Machado e Clarice Lispector. Primeiras Estórias é seu segundo livro de contos, publicado após o monumental Grande Sertão: Veredas e o Corpo de Baile. Cada conto é de uma beleza e profundidade ímpar, dotados de grande carga emotiva e a sensibilidade com que Guimarães colocava em seus textos. Pode ser considerado uma ótima porta de entrada ao mundo roseano.


A História Sem Fim - Michael Ende

Em primeiro lugar devo dizer que foi um sonho realizado a leitura desta obra. É um livro de fantasia do alemão Michael Ende, e baseado nele a icônica versão cinematográfica foi produzida em 1984. Nele acompanhamos a saga do menino Bastian e sua aventura através do mundo de Fantasia. É um livro belíssimo que recomendo a todos, impossível não terminar a leitura dele com lágrimas nos olhos, como eu terminei. Em breve retornarei à Fantasia para rever meus personagens tão amados!



El Laberinto de Los Espíritus - Carlos Ruiz Zafón

A emocionante conclusão da saga 'O Cemitério dos Livros Esquecidos', iniciada em A Sombra do Vento. Foi pelas mãos do menino Daniel e seu pai que entrei pela primeira vez no cemitério dos livros esquecidos, e comecei a jornada mais incrível da minha vida. A mente brilhante de Zafón produziu o desfecho da saga, conduzindo-nos através deste labirinto e juntando as peças do quebra cabeça. Foi com lágrimas nos olhos, mais uma vez, que me despedi de Daniel, Fermín e do cemitério.


Jurassic Park - Michael Crichton

Em uma palavra: Sensacional! Thriller de ficção científica emocionante. Uma aventura de tirar o fôlego. O box contém as duas obras, Jurassic Park e O Mundo Perdido, e recomendo a leitura dos dois na sequência.


Vale um adendo: a obra literária é bem diferente dos filmes de Steven Spielberg.






Ensaio Sobre a Cegueira - José Saramago

É difícil dizer que só um livro de Saramago é favorito. A cada obra dele que lemos nos dá a sensação de que foi melhor que o livro anterior, mas Ensaio sobre a cegueira é sem dúvida o clássico que todos deveriam ler. É um livro angustiante, sufocante, e que se torna impossível ficar indiferente à leitura e fazer paralelos com a vida. Saramago é viciante!


Frankenstein - Mary Shelley

Mais uma ficção científica com toques de terror psicológico de tirar o fôlego. Conhecer a obra original de Mary Shelley foi uma das grandes surpresas de 2019 – e fica aqui mais do que recomendado!

Obs: Li a edição da editora Darkside Books e recomendo. Há introdução, dois prefácios da escritora: o da primeira edição de 1818 e da edição revista e definitiva de 1831, e mais quatro contos escritos por Mary, é ilustrada e possui notas de rodapé.


Noites das Mil e Uma Noites – Naguib Mahfouz

Primeiro prêmio Nobel do Egito em 1988, Noites das Mil e Uma Noites foi a grande surpresa e com certeza um livro favorito da vida. Conheci este livro através de um amigo egípcio que, a meu pedido, me indicou o livro de Mahfouz, e eu, aqui no Brasil, fui atrás de suas obras. Trama bem amarrada e complexa, com personagens em situações inacreditáveis que tomam decisões que mudam completamente o destino de suas vidas. Esta obra magnífica é uma espécie de “continuação” da história de Sherazade e de seu destino.


Capitães da Areia – Jorge Amado

"Ele disse que eu era um tolo e não sabia o que era brincar. Eu respondi que tinha uma bicicleta e muito brinquedo. Ele riu e disse que tinha a rua e o cais."

Que livro maravilhoso é este! Meu primeiro Jorge Amado, obra que mudou a minha percepção da literatura produzida pelo baiano Jorge e quebrou o preconceito que eu tinha dele. Um dos livros mais lindos que já li. Capitães foi para mim a porta de entrada à exuberante Bahia de Jorge Amado, e deu início a um projeto de leitura particular das obras do autor em ordem cronológica.


E o Oscar de melhor do ano vai para:

Cem Anos de Solidão – Gabriel García Marquez

É impossível descrever em palavras as emoções suscitadas durante a leitura de Cem Anos de Solidão. Obra inesgotável, capaz de surpreender o leitor a cada releitura e retirar ensinamentos para a vida inteira. O Gabo é mesmo fantástico!


Como eu apontei acima, é muito difícil elencar somente uma quantidade reduzida de livros que se tornaram leituras marcantes. Ficaram de fora muitas obras incríveis que vou levar pra sempre em minha vida e que poderiam facilmente figurar na lista de favoritos.


Espero que você leitor também se aventure por estas páginas.

Um abraço!

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo